terça-feira, 11 de abril de 2017

criar loja virtual

Um espaço para a empresa mostrar seus produtos e serviços na internet

Antes de qualquer coisa, é importante que você saiba que, embora toda loja virtual seja um website, nem todo site é uma loja virtual. Ou seja, nem todo site vende produtos ou serviços; existem diversas funções desempenhadas pelos sites além da venda direta, por exemplo, divulgação institucional, compras, relações com fornecedores, treinamento de funcionários, entre outras.

Portanto, esses sites não são considerados lojas virtuais, tendo em vista que lojas virtuais são sites de e-commerce, em que o cliente visualiza e escolhe seu produto, coloca no carrinho de compras e passa no caixa para realizar o pagamento, em um processo totalmente online.


Podemos dizer que as lojas virtuais são uma série de sistemas que interagem com o usuário de uma forma que culmine em uma compra. Esses sistemas podem ser adquiridos de terceiros ou desenvolvidos internamente, mas é fundamental que deem respostas ágeis e eficientes aos usuários 365 dias por ano, 24 horas por dia.

Esse correto funcionamento das lojas virtuais depende primordialmente de um bom provedor de serviços de hospedagem. Hoje, o custo desse tipo de serviço está bem acessível no Brasil, graças a grande concorrência de fornecedores de infraestrutura.



pinypon
suporte de celular
pixels
cadeirinha
Fora do ambiente virtual é de praxe dizer que nada é 100% seguro, tanto que normalmente, empreendedores e empresários trabalham com uma margem de perdas que é considerada aceitável.

Na internet, este princípio também é válido, mas é importante se precaver para minimizar o risco. Confira mais detalhes no capítulo “Cuidados necessários” nesta cartilha.

Os problemas que ocorrem com mais frequência no caso das lojas virtuais são a clonagem da página da loja, a invasão de sistemas e, por consequência, o acesso a informações sigilosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário